Páginas

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

COMO DEUS ESCOLHE OS PAIS DE UM ANJINHO DIABÉTICO.....

Eu não sou uma pessoa religiosa...Não tenho muita fé em nenhuma religião...apesar de ter sido batizada, crismada e ter feito a primeira comunhão...
Mas minha prima Lúcia, que mora em Portugal me enviou esse texto, que está bem de acordo com que aconteceu comigo há dois meses atrás, quando descobri que meu anjinho, estava diabético. Esse texto me emocionou e me tocou demais, obrigada prima por te-lo enviado para mim...Vou dividi-lo então com vocês.

"Muitos homens e mulheres tornam-se pais por acidente, alguns por escolha, poucos por pressões sociais, e um par, por hábito. Alguma vez você já pensou como os pais de crianças diabéticas são escolhidos. De algum modo eu visualizo Deus pairando sobre a Terra selecionando seus instrumentos de propagação com grande cuidado e deliberação. Enquanto observa, instrui anjos a fazer anotações em um grande livro. Silva, João e Maria, um filho. O santo patrono São Mateus. Souza, Carlos e Ana, uma filha. O santo patrono Santa Cecília. Oliveira, Antonio e Paula, gêmeos. Patrono Santo Geraldo. Finalmente, ele passa um nome para um anjo e sorri. "Dêem a eles uma criança com diabetes". O anjo curioso pergunta "Por que isso, Deus? Eles são tão felizes?". "Exatamente" sorri Deus. "Poderia eu dar uma criança com diabetes a uma mãe e um pai que não sabem sorrir? Isso seria cruel". O anjo pergunta "Mas têm eles a paciência?" "Eu não espero que eles tenham muita paciência, ou eles afundarão num mar de auto-piedade e desespero", Deus respondeu. "Uma vez que o choque e o ressentimento passarem, eles irão lidar com a situação. Eu os observei hoje. Eles têm aquele sentimento de independência e auto-procura que é tão raro e tão necessário nos pais. Veja, a criança que vou dar a eles tem seu próprio mundo. Eles têm de fazê-lo seu mundo também, e isso não será fácil." Deus sorri.
E isso é uma virtude?" E Deus diz "Se eles não separarem eles mesmos da criança ocasionalmente, eles não viverão nunca. Sim, esta é família que eu abençoarei como perfeita. Eles ainda não percebem, mas eles serão invejados. Permitirei que eles vejam claramente coisas que eu vejo... ignorância, crueldade, preconceito... e permitirei que eles superem tudo isso. Eles nunca estarão sós. Estarei do lado deles cada minuto do dia de suas vidas porque eles estarão fazendo meu trabalho certamente como se estivessem aqui do meu lado. “E o santo patrono”?" pergunta o anjo, a caneta parada no ar .... Deus sorri. " Um espelho será suficiente"

3 comentários:

Catequista Sheila disse...

Nossa, Ana
que lindooooooooooo
fiquei emocionada.
realmente vc é especial e tenho certeza que isso tudo que está acontecendo na sua vida é para seu crescimento espiritual, só falta esperimentar Deus na sua vida da forma mais plena que eu conheço para entender a sua missão nesse mundo...
nada acontece por acaso e sei que nossos caminhos não se cruzaram por acaso, tenho muito o que aprender contigo ainda e espero ser um instrumento de Deus na sua vida.
te amo, amiga... no fundo do meu coração, com todas as nossas diferenças, pq vejo Deus em vc.
bjsssssssss

Cristina e Márcia disse...

Oi, querida
É verdade, Deus não dá às pessoas cruz maior do que a que elas podem carregar!
bjs, Marcia

Viemos deixar uma mensagem que escrevemos para os amigos:
"Natal, momento de refletir, expulsar do coração as mágoas, deixar penetrar a bondade, e tornar o tempo cúmplice de sua felicidade..."
Desejamos que em 2010 o Universo conspire a seu favor!
Beijos das sonhadoras surtadas, e tatuadas pelo tempo,
Cristina e Márcia

Parabéns pelo blog!!!!

Brisa disse...

Di,fiquei emocionada!
Realmente,uma criança que tem vc como mãe é abençoada...assim como vc também o é,não é verdade?
Miga querida,seja muiiitas felicidades em 2010;e que seu anjinho lhe traga inúmeras alegrias!!!
Bjs da Brisa

Postar um comentário